24.6.06

O show do Massive Attack...


... ontem foi tudo o que eu esperava que fosse ser, e melhor, foi tudo o que eu queria que fosse. Chegamos no festival meio tarde já, 6 pm, e pegamos o final do show do rapper (e sexy de plantão) Pharell Williams. A sorte era que a cada show que terminava, a multidão se deslocava em direção aos banheiros e bares e ia abrindo espaço. Foi assim que fomos chegando cada vez mais perto do palco e depois do show do Flaming Lips - que foi uma loucura completa, com direito a super-heróis e papai-noéis no palco, mega balões voando pra tudo que é canto e uma entrada fenomenal do vocalista Wayne Coyne dentro de uma bola de plástico - a gente foi parar na fila do gargarejo e viu o Massive Attack de frente pro palco. Depois de lançar uma coletânea de greatest hits, era óbvio que eles iam acabar tocando exatamente isso, o que me deixou bastante feliz. 'Angel', 'Teardrop', 'Unfinished Sympathy', a maravilhosa 'Safe From Harm', 'Karmakoma', 'Inertia Creeps', todas as músicas com seus vocalistas originais (Elizabeth Fraser na foto acima, Shara Nelson, o magnificente Horacy Andy), incluindo Terry Callier cantando o novo single 'Live With Me'. Mas a surpresa maior foi o fato de não só Robert Del Naja e Daddy G abrirem o show juntos com "Risingson" , ambos estavam na maior das amizades, dando apertos de mão e hi-fives, e trocando olhares de aprovação. Pra quem tem uma história de brigas e desentendimentos bem documentada pela mídia, foi uma revelação que consagrou um dos melhores shows que eu já vi na vida.

Pra ver algum dos melhores momentos, vai clicando nos links. Aquela coisa, resolução e técnica shite (filmar com máquina fotográfica dá nisso), mas o que vale é a intenção né?

1 comment:

Anonymous said...

http://gongfu.com.ua - Visit us or die!