21.6.06

Sergio Mendes: Timeless


Eu citei o Sérgio Mendes no post anterior, e acabei lembrando que fazia semanas que eu queria baixar o novo álbum dele e sempre esquecia. Baixei ontem e achei uma maravilha: virou a trilha sonora de verão da semana. Eu tinha lido uma entrevista com o cara num jornal de domingo a tempos e tinha ficado curiosa pra saber o resultado da união de uma lenda da música brasileira com o Will I Am do Black Eye Peas, que é um grupinho mestre em fazer hits pop grudentos e enjoativos. E diz que foi simples assim: um dia Will bateu na porta do brasileiro carregando uma penca de vinis velhos do músico, disse que ele era a maior influência musical dele e que adoraria fazer uma colaboração com o velho. Deu certíssimo: Will chamou uma constelação de colaboradores do hip hop e soul, incluindo Stevie Wonder, Erikah Baduh, India Aire e John Legend, e juntos deram uma cara novíssima pra clássicos como Mas Que Nada, Bananeira, Surfboard e Samba da Benção. O resultado virou uma salada mista de forró e hip hop (fo-hop!), samba e rap, bossa nova e R&B – uma combinação deliciosa das culturas africanas que influenciaram tanto a música americana quanto a brasileira. Genial.

4 comments:

IFI said...

cara, como tu é engraçada... haha

Mannu Ebert said...

Também gostei também do CD. Fiquei com o pé atrás no começo, mas depois que baixei e ouvi, adorei.

patricia said...

é um cd bom mesmo. eu ouvia ele direto quando estava em los angeles com o namô. desde que cheguei em ny dei uma paradinha, mas ás vezes escuto em bares ou lojas que entro. tri-legal.

Anonymous said...

Very nice site! »